Autor Tópico: Medicina Tradicional Chinesa deve ser a primeira escolha nas depressões  (Lida 3584 vezes)

Janeiro 24, 2008, 15:58:54 pm
Lida 3584 vezes

Diana

  • *****
  • Information Offline
  • Sr. Member
  • Administrador
  • Mensagens: 255
    • Ver Perfil
Tratamento de acupunctura com fitoterapia é muito eficiente
 
 
Numa sociedade onde a vida é cada vez mais agitada, os casos de depressão são também mais usuais. Os problemas de trabalho aliados às questões familiares são apenas algumas das preocupações que enfrentamos diariamente. "O stresse é uma das causas mais frequentes das rupturas energéticas que estão ligadas à depressão", esclarece a Dr.ª Maria Isabel Sampaio.
Apesar de em Portugal se registar uma maior procura das medicinas alternativas, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) continua a ser uma segunda opção no que diz respeito às depressões. "A maioria das pessoas que nos procuram já fizeram outros tratamentos e recorrem a nós porque não se sentem satisfeitas com os efeitos secundários dessa terapia", lamenta a acupunctora, frisando que na maioria das depressões a MTC devia ser a primeira escolha, quer pela ausência de efeitos negativos, quer pela rapidez de tratamento. A depressão pós-parto, a depressão na menopausa e a depressão infantil são apenas alguns desses exemplos.
Quando uma mulher tem um filho ela tem todas as razões do mundo para estar feliz, mas algumas ficam profundamente deprimidas, destruindo o equilíbrio familiar e prejudicando a sua relação com a criança. "Para a MTC este é um problema que se resolve rapidamente, tonificando o sangue". Quinze dias poderão ser suficientes para tratar esta depressão.
A menopausa é outro período difícil na vida da mulher. "As mulheres passam por um processo mais ou menos brusco de modificação hormonal, que pode dar origem a uma situação de grande sofrimento". Neste caso, a MTC pode ter um papel fundamental quer no tratamento da depressão, quer no equilíbrio global da mulher.
Mas não são só os adultos que sofrem depressões. Muitas crianças quando entram para escola ficam deprimidas, o que pode dar origem a problemas de comportamento e levar, mesmo, ao insucesso escolar. Para a MTC esta situação pode ser resolvida rapidamente "porque as crianças têm muita energia e respondem com rapidez".


Aliar a acupunctura à massagem e à fitoterapia

Acupunctura, fitoterapia e massagem chinesa, são os processos mais utilizados pela MTC para tratar uma depressão. Tendo em conta que algumas pessoas que estão deprimidas têm também um problema de relacionamento com o corpo, "a massagem chinesa é muito importante porque, graças ao bem-estar que produz, ajuda os pacientes a sentirem-se bem consigo próprios". A massagem Tui Na percorre as costas "activando uma série de pontos que estão relacionados com vários órgãos, tornando o tratamento de acupunctura mais eficiente".
Para além da massagem chinesa é necessário, também, aliar a acupunctura à fitoterapia. "No Ocidente, ao contrário do que acontece na China, não é possível fazer tratamentos diários, pelo que temos que complementar os tratamentos semanais com fitoterapia", explica Isabel Sampaio. A fitoterapia chinesa, para além de não causar dependência como muitos dos fármacos ocidentais, "é muito eficiente porque vai repor o equilíbrio energético que se rompeu, conduzindo as pessoas ao bem-estar".
O tratamento de acupunctura com fitoterapia é, segundo a especialista, "muito eficaz". No entanto, frisa, há experiências científicas que demonstram que o tratamento só com acupunctura também pode ser bem sucedido. "Temos taxas de sucesso semelhantes, ou mesmo superiores, às da medicina convencional com os seus medicamentos", afiança.
O tempo de duração do tratamento é muito relativo. "Se a depressão for recente o tratamento é rápido, mas se já persistir há muito tempo pode ser demorado pois o organismo está muito modificado devido à toma dos fármacos ocidentais", esclarece. Neste último caso o indivíduo deve ser acompanhado não só pela MTC, mas também pelo médico especialista que lhe receitou a medicação no sentido de ir fazendo o "desmame".
Isabel Sampaio lamenta a frequência com que os medicamentos "calmantes" são receitados, apesar dos seus efeitos nefastos. "A quase toda a gente que se queixe de perturbações do sono ou de ansiedade são-lhe receitados estes fármacos, como se fossem uma coisa inócua", lamenta Isabel Sampaio, sublinhando que "grande parte destas pessoas ficam presas a estes medicamentos para toda a vida".


Ter uma vida saudável

Enquanto que na cultura Ocidental as depressões são vistas como um problema que "reside na cabeça", para a MTC a depressão é explicada pelas relações que existem entre o fígado, o baço, o rim, o coração e o ulmão. Por essa razão, "equilibramos a energia dos órgãos para restabelecer o equilíbrio psíquico".
Ao fazer o diagnóstico baseado nos desequilíbrios internos dos órgãos a MTC vai, por um lado, "desresponsabilizar" o paciente mas, por outro lado, responsabilizá-lo ainda mais. E porquê? "Porque vai dizer-lhe que tem que ter uma vida saudável, ou seja, uma alimentação correcta, fazer exercício físico e dormir um mínimo de horas diárias", frisa Isabel Sampaio, sublinhando que mais importante ainda é não alimentar os pensamentos negativos. "As emoções e os sentimentos são a causa mais comum dos desequilíbrios, desde a depressão ao cancro", afiança.


Vantagens da massagem Tui Na

A Medicina Tradicional Chinesa não se resume à acupunctura, existindo outros métodos terapêuticos que têm também como objectivo restabelecer o fluxo energético do indivíduo com vista a proporcionar-lhe uma vida saudável. A massagem chinesa, ou Tui Na, é um desses casos. Para além de estabelecer um fluxo mais harmonioso da energia em cada indivíduo, esta terapia corporal é também um excelente tonificador muscular e da circulação sanguínea. Sem esquecer o seu efeito de relaxamento. Trata-se de um método seguro, sem efeitos secundários e eficaz no combate e prevenção de doenças. Muitas vezes esta terapia é combinada com outros processos da MTC para que, em conjunto, se potenciem os efeitos desejados.



in http://www.acupunctura.com.pt/paginas/1_detalhes_item.asp?nm=37


There are no comments for this topic. Do you want to be the first?